Dragon Ball Super e a confusão das linhas do tempo

Dentro da franquia Dragon Ball, os conceitos de viagem no tempo e de linhas temporais foram introduzidos durante a fase Dragon Ball Z, mais precisamente na Saga dos Andróides, quando o Trunks vindo de um futuro distópico alerta os Guerreiros Z de acontecimentos que estariam por acontecer e que deveriam ser alterados.

Dragon Ball Super retoma tais conceitos e o futuro de Trunks na Saga do Black Goku ou Goku de Preto, o que é muito bom, muito bom mesmo, mas, aparentemente, foi feita um grande e grave confusão que pode colocar a perder todo o detalhamento dessa saga – e é sobre isso que falarei neste artigo. Agora senta na tua nuvem voadora e “prestenção“.

Trunks do futuro da linha original de Dragon Ball.

Trunks, após a morte de seu mentor na linha do tempo original de Dragon Ball.

Muita gente mistura o conceito de universo paralelo ou multiverso com o de linha temporal, mas, embora seja perfeitamente possível se trabalhar um conceito de “múltiplos universos espaço-temporais”1, o fato é que Akira Toriyama não faz uso dele em sua principal obra. O autor da franquia Dragon Ball trabalha com o conceito de linha temporal em separado ao de multiverso. Assim, os doze universos que nos foram apresentados por Dragon Ball Super são uma coisa e as quatro linhas do tempo conhecidas são outra coisa distinta. Grosso modo, em cada uma das quatro linhas do tempo existem doze universos2.

Porém, este artigo não é sobre essa confusão feita por muitos fãs – ainda que ela mereça alguma atenção, mas sim sobre uma grave confusão feita pela própria franquia e, possivelmente, pelo próprio mestre Akira Toriyama, sendo que, antes de abordá-la, é preciso esclarecer quais são as linhas espaço-temporais conhecidas e como se formaram.



Entendendo as linhas espaço-temporais de Dragon Ball

Antes de tudo, é preciso entender uma coisa: Um dos principais conceitos de viagem no tempo utilizado é o de que não se viaja realmente para o passado, ainda mais quando se intenciona alterar o mesmo e o futuro, pois tal viagem geraria paradoxos que acabariam por tornar impossível a ocorrência da própria viagem. Assim, quando alguém tenta viajar para o passado, o que acontece é uma duplicação da linha espaço-temporal e o viajante do tempo acaba tendo a “linha cópia” (por assim dizer) como destino. E Dragon Ball Z fez uso desse conceito – ainda que originalmente, ao que tudo indica (principalmente algumas falas de Trunks e de Cell imperfeito no começo da saga), a ideia fosse utilizar outro conceito, o de que a viagem espaço-temporal se daria somente numa linha do tempo e que isso a alteraria, trazendo consequências futuras.

Deste modo, assume-se que a linha espaço-temporal original de Dragon Ball seja aquela onde Goku morreu de uma doença cardíaca, os andróides 17 e 18 mataram os guerreiros Z e devastaram o mundo, todas as outras três linhas espaço-temporais apresentadas em Dragon Ball Z sendo duplicatas.

Portanto, tem-se as seguintes linhas espaço-temporais (LET) conhecidas e oficiais3:

<—*-*—> LET 01 ou Linha Original <—*-*—>

Esta é a linha espaço-temporal onde o Goku se teleportou de dentro da nave para a Terra a fim de enfrentar o Freeza e o Rei Cold, matando-os. Posteriormente, ele é acometido de uma misteriosa doença no coração e morre. Meses depois, surgem os andróides 17 e 18 para matar goku, mas, como ele já estava morto, eles enfrentam os guerreiros Z, matando-os – exceto por Gohan, Bulma e Trunks ainda bebê, pois os três haviam saído do local da batalha para procurar as esferas do dragão. É aqui que Bulma contrói a máquina do tempo. Depois da segunda viagem que Trunks faz no tempo, ele retorna e destrói os androides gêmeos, porém, posteriormente, acaba sendo morto pelo Cell Imperfeito, que rouba a máquina do tempo para poder viajar e encontrar o androides.

Datação

Ano 764 —> Vegeta chega à Terra atrás de Goku, depois Freeza e Rei Cold também chegam à Terra e, quando este último constata que Goku chegará em 3 horas, Freeza ordena aos seus soldados que matem os terráqueos, mas Kakarotto usa o seu teletransporte para chegar antes e, assim, matar Freeza e seu pai.

Ano 766 —> Nascimento de Trunks. Goku morre por conta da doença no coração.

Ano 767 —> Os androides 17 e 18 aparecem para matar Goku, mas, como este já estava morto, enfrentam os guerreiros Z e matam quase todos, exceto Trunks (ainda bebê) e Gohan, que haviam partido com Bulma para caçar as esferas do dragão, porém, elas já haviam sido reunidas por Pilaf, que pediu para ele e seus asseclas (Shu e Mai) ficarem mais jovens, sendo transformados em bebês por Shen Long.

Ano 780 —> Gohan morre confrantando os androides 17 e 18.

Ano 784 —> Bulma finaliza a máquina do tempo e Trunks viaja para o passado (a Linha Espaço-Temporal 02).

Ano 785 —> Trunks retorna do passado.

Ano 787 —> Trunks faz nova viagem para o passado (sendo duplicado, um Trunks – este – indo para a LET 02 e outro para a LET 03). Ao retornar para a sua própria linha espaço-temporal, derrota os androides 17 e 18 com o uso do controle de parada deles.

Ano 788 —> Trunks é emboscado por Cell imperfeito, que rouba a máquina do tempo, regride até a forma de ovo e viaja para um ano antes de Freeza chegar à Terra, criando, assim, uma nova linha espaço-temporal (a 03).

Cell matando Trunks na linha original de Dragon Ball

Em Dragon Ball Z, Cell se recorda de como matou Trunks no futuro.

<—*-*—> LET 02 (Linha Caviar)4 <—*-*—>

Esta foi a linha espaço-temporal resultante da viagem no tempo feita por Trunks. Aqui, o filho do Vegeta mata o Freeza e o Rei Cold, dá o remédio para o Goku, impedindo a sua morte, e, depois de voltar para a Linha Original, retorna para ajudar na luta contra os androides, encontrando os projetos deles juntamente com Kuririn e sendo construídos os controles remotos que possibilitam a destruição do Número 17 e da Número 18. Em seguida, Trunks retorna para o Linha Original. Essa linha espaço-temporal nunca foi exibida em nenhuma mídia, tudo o que se sabe sobre ela tendo sido apenas relatado por personagens.

Datação

Ano 764 —> Vegeta chega à Terra atrás de Goku, depois Freeza e Rei Cold também chegam à Terra e, quando este último constata que Goku chegará em 3 horas, Freeza ordena aos seus soldados que matem os terráqueos, mas são impedidos por Trunks, que mata tanto os soldados quanto Freeza e o pai deste. Juntamente com os demais guerreiros Z, Trunks (que não lhes revela sua identidade) espera por Goku, que chega em três horas e é informado pelo filho de Bulma sobre os androides 17 e 18 e sobre sua doença cardíaca, recebendo dele o remédio que impedirá que ele morra.

Ano 766 —> Nascimento de Trunks.

Ano 767 —> Os androides 17 e 18 aparecem para matar Goku, mas o controle de parada deles é obtido e utilizado para os destruir, o Trunks da LET 01 os levando consigo para o futuro.

<—*-*—> LET 03 (Linha Oficial) <—*-*—>

Esta linha espaço-temporal resultou da viagem do tempo feita pelo Cell imperfeito da Linha Original. Basicamente, ao querer ir para uma época onde os androides ainda existissem e decidido ir para um ano antes de Trunks matar Freeza e Rei Cold, ele acabou duplicando a LET 02 e, consequentemente, também duplicou o Trunks do Futuro – o que explica porque o Trunks morre na Linha Original ao mesmo tempo em que consegue matar o Cell imperfeito no futuro… É nessa linha do tempo que aparecem os androides 16, 19 e 20, bem como ocorre a Saga Boo tal como a conhecemos.

Datação

Ano 763 —> O Cell imperfeito chega em forma de ovo a esta linha espaço-temporal, vindo do ano 788 da LET 01.

Máquinas do tempo de Dragon Ball Z

As máquinas do tempo em Dragon Ball Z.

Ano 764 —> Vegeta chega à Terra atrás de Goku, depois Freeza e Rei Cold também chegam à Terra e, quando este último constata que Goku chegará em 3 horas, Freeza ordena aos seus soldados que matem os terráqueos, mas são impedidos por Trunks, que mata tanto os soldados quanto Freeza e o pai deste. Juntamente com os demais guerreiros Z, Trunks (que não lhes revela sua identidade) espera por Goku, que chega em três horas e é informado pelo filho de Bulma sobre os androides 17 e 18 e sobre sua doença cardíaca, recebendo dele o remédio que impedirá que ele morra.

Ano 766 —> Nascimento de Trunks.

Ano 767 —> Os androides 19 e 20 aparecem, este posteriormente despertando os 17 e 18 para que matem Goku. Pilaf reúne as esferas do dragão antes de Kami Sama e Piccolo Jr se fundirem e pede para ele e seus asseclas (Shu e Mai) ficarem mais jovens, sendo transformados em bebês por Shen Long. O laboratório do Dr. Maki Gero é destruído. Uma segunda máquina do tempo é encontrada, bem como o ovo e a casca de Cell. Cell aparece, enfrenta os guerreiros Z e consegue absorver os androides 17 e 18, assumindo a forma perfeita. Goku morre após Cell explodir-se no planeta do Sr. Kaio e Gohan mata Cell após este regenerar-se e se teletransportar para a Terra. Kuririn pede ao Shen Long de Dendê para retirar as bombas dos androides 17 e 18. Trunks retorna para o futuro. Nascimento de Goten.

Ano 774 —> Babidi e Dabura aparecem e Majin Buu é despertado.

Ano 784 —> Ocorre o 28º Tenkaichi Budoukai, do qual Goku desiste para sair voando com Uub, que será treinado por ele.

<—*-*—> LET 04 (Novo Futuro de Trunks) <—*-*—>

Esta linha espaço-temporal surge quando o Trunks que estava na Linha Oficial retorna para o futuro ciente da existência e das intenções do Cell imperfeito. Aqui ele mata o androide 17, a androide 18 e o Cell imperfeito, posteriormente se deparando com a ameaça de Babidi e Dabura, os quais consegue derrotar com o auxílio do Kaioshin do Leste. É também nesta linha que aparece o Goku de Preto, contra o qual Mai monta uma resistência armada.

Datação

Ano 764 —> Vegeta chega à Terra atrás de Goku, depois Freeza e Rei Cold também chegam à Terra e, quando este último constata que Goku chegará em 3 horas, Freeza ordena aos seus soldados que matem os terráqueos, mas Kakarotto usa o seu teletransporte para chegar antes e, assim, matar Freeza e seu pai.

Ano 766 —> Nascimento de Trunks. Morte de Goku pela doença cardíaca.

Ano 767 —> Os androides 17 e 18 aparecem para matar Goku, mas, como este já estava morto, enfrentam os guerreiros Z e matam quase todos, exceto Trunks (ainda bebê) e Gohan, que haviam partido com Bulma para caçar as esferas do dragão, porém, elas já haviam sido reunidas por Pilaf, que pediu para ele e seus asseclas (Shu e Mai) ficarem mais jovens, sendo transformados em bebês por Shen Long.

Ano 780 —> Gohan morre confrantando os androides 17 e 18.

Ano 784 —> Bulma finaliza a máquina do tempo e Trunks viaja para o passado (a Linha Espaço-Temporal 02).

Ano 785 —> Trunks retorna do passado.

Ano 787 —> Trunks faz nova viagem para o passado (sendo duplicado, um Trunks indo para a LET 02 e outro, o desta linha espaço-temporal, para a LET 03). Ao retornar para a sua própria linha espaço-temporal, derrota os androides 17 e 18 em combate.

Ano 788 —> Trunks surpreende o Cell imperfeito, que tentava emboscá-lo para roubar a máquina do tempo, e o mata em combate fora da cidade.

Cell levando o farelo no episódio 194 de Dragon Ball Z

No episódio 194 de Dragon Ball Z, Cell é morto por Trunks.

Ano 792 —> Babidi e Dabura aparecem para despertar Majin Buu, mas são impedidos e mortos por Trunks, que recebera auxílio do Kaioshin do Leste.

Ano 796 —> O Goku de Preto surge na Terra, dizimando a população humana e sendo confrontado tanto pela resistência armada organizada e liderada por Mai, quanto por Trunks.

Ano 797 —> Bulma é morta por Goku de Preto. Trunks foge para a LET 03.

LET 05 —> Segundo as palavras de Gowasu no episódio 54 – “O herdeiro do sangue sayajin. A decisão de Trunks”, essa linha espaço-temporal foi criada por um idiota há mil anos (segundo a tradução hispaniófona) ou há muitos anos (segundo a tradução lusófona e a correção do Kami Sama Explorer), ainda nos sendo desconhecida.

Uma vez que as linhas espaço-temporais conhecidas foram apresentadas e discriminadas, lembremos que os acontecimentos não se dão de maneira sucessiva, cronológica, mas sim simultaneamente, o que permite que existam dois Trunks oriundos da Linha Original existindo ao mesmo tempo, um na LET 02 e outro na Linha Oficial. Agora, vamos ao erro de continuidade.

O erro cometido em Dragon Ball Super

Há um questionamento frequente quanto às viagens no tempo em Dragon Ball: Se a cada viagem no espaço-tempo uma nova linha espaço-temporal surge, deveríamos esperar que todas as viagens do Trunks de volta para o passado tivessem gerado outras linhas temporais. Por exemplo, se na primeira viagem foi gerada a LET 02, quando ele fez nova viagem a ela, deveria ter surgido outra linha temporal, certo? Certo, mas isso não ocorre, da mesma forma que o Trunks da LET 04 viajar para a LET 03 ao fugir do Goku de Preto também não gera um nova linha espaço-temporal.

A explicação que fica subentendida quanto a isso é bastante simples (como muitas coisas em Dragon Ball): Haveria, na máquina do tempo construída por Bulma, algum dispositivo ou mecanismo que permite o estabelecimento de uma espécie de ponte permanente com determinada linha espaço-temporal para a qual ela (a máquina) já tenha ido. Assim, qualquer viagem de retorno não acarretaria no surgimento de novas linhas.

Outra explicação que pode ser dada é um tantinho mais complicada: Quando o Trunks faz uma segunda viagem no tempo da LET 01 para a LET 02 e da LET 01 para a LET 03, bem como viaja da LET 04 para a LET 03, não ocorre o surgimento de novas linhas espaço-temporais porque, teoricamente, ele viajou para momentos nessas linhas espaço-temporais que não correspondiam a nenhum momento da própria linha espaço-temporal dele, ou seja, ele viajou para o futuro daquelas linhas espaço-temporais, e não para o passado da LET 01 ou da LET 04.

Embora não haja um erro nesse ponto frequentemente questionado, a abordagem e esclarecimento dele se fazem necessários para o melhor entendimento do porquê de Dragon Ball Super ter errado quanto às linhas espaço-temporais.

Como dito anteriormente, os universos encontram-se dentro das linhas temporais, havendo doze universos em cada linha espaço-temporal. Assim, o Sexto, o Sétimo e o Décimo Universo que apareceram em Dragon Ball Super estão todos situados na Linha Oficial, o Sétimo Universo do qual Trunks do Futuro é proveniente estando situado na Linha 04.

É aqui que está o erro de continuidade cometido por Dragon Ball Super: Quando vemos Gowasu Sama instruindo Zamasu no uso do anel do tempo, eles viajam mil anos para o futuro a fim de ver como a espécie babari se desenvolveu e fazem isso sem sair da Linha Oficial, como fica subentendido, então, por que diabos o Goku de Preto – considerando a sua ligação com Zamasu – apareceu no futuro da Linha 04 e não no futuro da Linha 03?

Sim, porque, querendo ou não, as coisas se desenrolaram de um jeito na Linha 03 e de outro na Linha 04, de modo que o futuro distópico desta jamais ocorrerá naquela. Então, se os anéis do tempo verdes possuem relação direta com as linhas do tempo alternativas (dando a entender que eles serviriam para acessá-las) e o anel cinza possui relação com a linha do tempo principal5, podemos concluir que sim, isso foi um erro cometido por Dragon Ball Super, principalmente porque, em todas as vezes que apareceu, o Goku de Preto usa o anel cinzento.

Black usa o anel do tempo em Dragon Ball Super

Goku de preto, utilizando o anel do tempo cinza em Dragon Ball Super.

Talvez, se o Goku de Preto aparecesse utilizando um anel do tempo verde, nós poderíamos até dizer que ele teria por objetivo erradicar a vida humana6 de todos os doze universos de todas as quatro ou cinco linhas espaço-temporais, mas, a julgar pelos indícios, deve ter sido um erro mesmo.

Considerações Finais

A não ser que Dragon Ball Super ou o seu autor traga uma explicação plausível para o problema aqui apresentado, ele continuará sendo um erro, um baita de um furo de roteiro, sendo que há ainda uma série de questões associadas, como: Cada uma das linhas espaço-temporais alternativas criadas pelas viagens de Trunks e Cell imperfeito corresponde a um anel verde? Se sim, por que Gowasu dá a entender que apenas um anel, o quarto e último, surgiu recentemente? Se não, então os aneis verdes surgem apenas em decorrência do uso indevido do anel do tempo cinza por algum kaioshin?

Caso os aneis verdes correspondam somente a linhas do tempo criadas por kaioshins que interferiram no passado ou no futuro, então e possível deduzir que o último anel surgiu por ação de Zamasu, mas a aparição deste no futuro da linha espaço-temporal 04 continuaria estranha – a não ser que Zamasu faça uso da destruição de todas as formas de vida nas linhas espaço-temporais 01, 02 e 04 como pretexto para a sua “justiça” ou mesmo uma espécie de treinamento para quando for agir na sua própria linha espaço-temporal (a 03).

Enfim, um assunto que já é complexo pacas fica ainda mais complicado com um furo de roteiro tão incomensuravelmente lindo feito esse. Espero que corrijam isso.

 
 
 
 
 

NOTAS

1 Tais universos podem ser de vários tipos. Por exemplo, há o conceito de universos espaço-temporais que eu gosto de chamar de “e se?” ou “universos hipotéticos”, que seriam universos surgidos a partir de pontos de divisão no tempo, de momentos “e se?”, momentos onde as coisas poderiam ter ocorrido de maneira diferente. Um exemplo desse tipo de multiverso são certos universos da Marvel que se diferenciam por conta de um determinado acontecimento, como o Lagarto ter convertido toda a sua família e vizinhança, gerando uma enorme população de lagartos sapientes que se apossou da costa leste dos EUA. Outro exemplo que pode ser dado diz respeito ao livro “O Homem no Castelo Alto”, que conta como seria o mundo se a Alemanha sob domínio do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães tivesse vencido a Segunda Guerra Mundial – mas o incluo na exemplificação apenas porque a narrativa dele inclui um livro fictício que conta como seria o mundo se a Alemanha Nazista tivesse sido derrotada em tal guerra (ou seja, fala do nosso mundo), flertando com uma ideia de multiverso.

2 A grande questão é: Zen-Chan, ou melhor, Zeno-Sama, o deus supremo e criador de tudo, é um ser único e atemporal (por assim dizer, acho que “transtemporal” também cabe) ou existe um Zeno-Sama em cada linha do tempo?

3 Embora as informações de guias oficiais de Dragon Ball sejam importantes, elas também acabam se mostrando confusas e contraditórias. Deste modo, este artigo considera principalmente o que é visto no anime para tecer a explicação apresentada, também se valendo da forma como as linhas espaço-temporais foram explicadas pelo Nelson, do canal “Casa do Kame” (até ver o vídeo dele, ano passado, eu pensava que existiam somente três linhas e achava tudo confuso porque não fazia sentido).

4 Chamei-a assim por ela ser que nem a iguaria da música Caviar (Zeca Pagodinho): Nunca vi, nem comi, só ouço falar.

5 Aqui cabe uma série de questionamentos: Se um anel verde surge em decorrência do surgimento de uma linha espaço-temporal alternativa, então o anel cinza não deveria pertencer à Linha Original? Ou cada linha espaço-temporal possui um anel cinza que lhe é próprio e os aneis verdes são utilizados para acessar as outras? (ex.: A Linha Principal, que é uma linha alternativa, teria um anel cinza, o acesso às outras, incluindo a Original, se dando pelos aneis verdes) Tanto de uma forma quanto de outra, existe uma quinta linha espaço-temporal, que ainda nos é desconhecida.

6 O conceito de “humano” utilizado por Akira Toriyama é um tanto quanto complexo e dúbio, mas é possível dizer que, dentro do contexto abrangente, o termo se refere a todas as formas de vida sapientes que não são naturalmente divinas (leia-se: Que não são pertencentes à raça dos kaio e dos kaioshin). Dentro do sentido estrito, o termo se refere à espécie do homem mesmo, designada como “humano do tipo humano” no universo de Dragon Ball. Quanto a esse assunto, recomendo o vídeo “Goku é um humano. A condição humana segundo Toriyama“, do canal Kami Sama Explorer.

  

 

 

 

 


REFERÊNCIAS

Dragon Ball Z – Episódio 139: Bulma descobre um grande mistério. Disponível em: [http://videos.bol.uol.com.br/video/dragon-ball-z-episodio-139–dublado-04020C9C376EE4A15326]. Acesso em: 28 Ago 2016.

Dragon Ball Z – Episódio 140: Um ovo misterioso encontrado na máquina do tempo!! Disponível em: [http://videos.bol.uol.com.br/video/dragon-ball-z-episodio-140–dublado-04024D9C376EE4A15326]. Acesso em: 28 Ago 2016.

Dragon Ball Z – Episódio 142: O monstro que tem o ki de Goku! Disponível em: [http://videos.bol.uol.com.br/video/dragon-ball-z-episodio-142–dublado-0402CC18386EE4A15326].

Dragon Ball Z – Episódio 143: O androide Cell! Disponível em: [http://tvuol.uol.com.br/video/dragon-ball-z–episodio-143–wwwassistirtv0800cocc-0402CC183464C0812326/]. Acesso em: 28 Ago 2016.

Dragon Ball Z – Episodio 144: Cell escapa das mãos de Picollo! Disponível em: [http://videos.bol.uol.com.br/video/dragon-ball-z-episodio-144–dublado-04024E98386EE4A15326]. Acesso em: 28 Ago 2016.

Dragon Ball Z – Episódio 164: O desespero de viver num futuro infernal!! Disponível em: [http://mais.uol.com.br/view/vwf9qdafe2j2/dragon-ball-z-episodio-164–dublado-04020D1A3970E4A15326?types=A&]. Acesso em: 28 Ago 2016.

Dragon Ball Z – Episódio 194: Outro final feliz!! Disponível em: [http://videos.bol.uol.com.br/video/dragon-ball-z-episodio-194–dublado-04024C993260C0A95326]. Acesso em: 28 Ago 2016.

Kami Sama Explorer. Futuro alternativo. Disponível em: [https://www.kamisama.com.br/futuroalternado.htm]. Acesso em: 29 Ago 2016.

Nelson. As linhas do tempo e os futuros alternativos de Dragon Ball Z. In: Ex-Casa do Kame. Publicado em: 29 Mar 2013. Disponível em: [https://www.youtube.com/watch?v=oDk9Z5-tZiI]. Acesso em: 29 Ago 2016.

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *